sábado, 9 de maio de 2009

O maníaco do tetris



Quem não conhece tetris? O famoso joguinho que eram de lei vir em XT's e AT386's (pra quem não sabe, computadores da era do Capitão Caverna), logo depois eram a sensação vendida nas feiras de domingo, nas galerias do tipo 25 de março e logo depois nas lojas de 1,99.

Se você não conhece por tetris, conhece certamente por outros nomes famosos, como Bricks, Brick Game, Blocks, etc etc... entre outras variantes, mas o coração do jogo são as pecinhas, que se chamam tetraminós (todas as peças do jogo tem 4 quadradinhos), daí o nome tetris.

O objetivo do jogo é encaixar tetraminós em uma área retangular, de modo que formem linhas horizontais, as quais desaparecem quando formadas e geram pontos para o jogador. O jogo vai adquirindo velocidade conforme a quantidade de pontos que se é adquirida, com isso a dificuldade aumenta para se encaixar corretamente as peças. O jogo termina quando não se consegue formar linhas e as peças se acumulam até o topo.

Desenvolvido pelos russos Alexey Pajitnov, Dmitry Pavlovsky e Vadim Gerasimov. Pajitnov e Pavlovsky eram engenheiros informáticos no Centro de Computadores da Academia Russa das Ciências e Vadim era um aluno com 16 anos.

O jogo foi disseminado pelo mundo inteiro e por diversas plataformas: PC's, agendas eletrônicas, mini-games, e principalmente videogames... e foi no nintendo gameboy que o jogo se popularizou de vez (o que também levou sucesso ao console de bolso). E NINTENDO... claro... que veio da terra do sol nascente... é que nos traz o maníaco do tetris. Japonês... tinha que ser... rsrsrs



Bom... creio que quem assistiu, se sentiu um cocô depois de ver o cara jogando...
mas esse japonês aqui abaixo... não se deu tão bem quanto o de cima...
tetris sacana... huahuahuahua

Nenhum comentário: