sexta-feira, 15 de agosto de 2008

Hashi Nostálgico: Lion Man

Bom... como eu disse no Hashi Nostálgico de Mothra seria muito fácil chegar e falar de Jaspion, Changeman e todos os outros que foram estrelas de nossa infância e adolescência onde reinava a extinta Tv Manchete, mas, decididamente preferi inaugurar o hashi nostálgico com a nossa querida mariposa que era algo que estava no fundo, bem no fundo de nossa memória, lembram?

Desta vez trago Lion Man, seriado que nem todos devem conhecer já que no Brasil ele não ganhou muito destaque, ofuscado pelos heróis mais populares como o Jaspion já citado acima.
Produzida pela P-Production em 1973 no Japão, a série Fuun Lion Man contava com 25 episódios e seguia a linha da primeira fase original conhecida por Kaiketsu Lion Man (Vigilante Lion Man). Podemos definir bem cada uma por conta do Lion Man branco (original) e do Lion Man marrom.
A série gira em torno de Dan Shimaru que jura destruir a família de Mantor para vingar a morte de seu irmão e a destruição de sua vila. Durante sua trajetória Shimaru constantemente encontra e ajuda os irmãos Shinobu e Sankichi que procuram pelo pai. Os três acabam se ajudando mutuamente e no decorrer da série Sankichi e Shinobu ganham destaque e se tornam personagens mais completos. Além dos irmãos, aparecem outros personagens que passam a fazer parte da história, como Jaguar que quer inicialmente ter uma luta mortal com Lion Man, mas descobre-se como aliado de Shimaru ao longo da série.
Atravessar o cenário do Japão Feudal permitiu uma abordagem diferenciada e bem mais madura que retomava o contexto dos samurais. Percebe-se nitidamente os conceitos de honra, amizade e lealdade que partem de Lion Man.

(transformação de Jaguar, o Invencível Felino e de quebra já podem ver os irmãos Sankichi e Shinobu)

Apesar da seriedade, a série não seria nada não fossem os inimigos, lutas e os golpes espetaculares. Mesmo num Japão Feudal, Shimaru possuia um jato nas costas que lhe permitia voar e se transformar no herói Lion Man (não esqueçamos de destacar na transformação: "Poderoso Lionn Man!" e a explicação da energia da espada).


Tanto a trilha sonora como detalhes da série nos levam a ligar Lion Man com os faroestes americanos... uma ligação sutíl, porém presente.


(abertura da série no Brasil)


(abertura brasileira com a musiquinha típica)

Ah claro, um detalhe esquecido. O elenco era composto por Tetsuya Ushio (Dan Shimaru), Ryoko Miyano (Shinobu), Tsunehiro Arai (Sakichi), Masaki Hayasaki (Jaguar) e Kiyoshi Obayashi (Mantor)

Já há algum tempo, uns 2 anos, para ser mais exata, divulgou-se o lançamento do novo Lion Man. A nova série se passa 300 anos depois do final da série original Kaiketsu Lion Man e o herói voltaria para enfrentar os perigos atuais. Escrita por Tomio Sagisu (autor da série original) e produzida pela Tsuburaya Entertainment o Lion Man G ( de Ghetto, eu imagino) tem um aspecto mais fodástico:



(Interessante, não?)

Sinto muito não conseguir ilustrar muito bem o post ou não colocar cenas originais japonesas. Se alguém tiver vídeos da série para mostrar, nos avise.

Imagem do dia: beber, cair e levantar



Vamo simboraaa pro barrr...........beber, cair e levantar


Brincadeiras à parte, o problema deve ter sido mesmo os pés redondos e as cabeças gigantes dos coitados dos mascotes olímpicos... apesar de ele parecer bem feliz ao ser levantado, né.

quarta-feira, 13 de agosto de 2008

tratamento facial... de baratas..(?)

Pois é... na Coréia do Sul o que tem virado moda é o tratamento facial a base de... baratas trituradas (!?) Alguém se habilita? Os criadores do tratamento dizem que isso deixaria o rosto mais jovem (e mais fedido também, imagino). Prefiro meu rosto velho... argh


Mais detalhes? Tem um video que mostra o passo a passo:



Fonte G1