quarta-feira, 23 de julho de 2008

yakitori jisan

Um exercício e tanto... comentários sobre galinha e sobre o homem se exercitando no vídeo com certeza passarão pela sua cabeça, mas tente focar apenas em um motivo simples... como... hn... se exercitar para emagrecer.

Fonte: Tokyomango

domingo, 20 de julho de 2008

Eye Talk

Tentando retomar o ritmo das postagens e me reatualizando com os assuntos do blog... a primeira coisa que me deparei não me causou uma sensação muito agradavél, pelo contrário, me fez pensar um belo e enorme: PQPPPPP
Vejam por si....


Bom, como a maioria deve saber, japas tem essa tendência de querer as (desejadas) dobrinhas nos olhos. Nada mais frustrante para uma nipônica se maquiar e ver toda a sombra desaparecendo assim que os olhos se abrem ne. E claro... talvez fazer com que os olhos se pareçam maiores, sei lá.. enfim... inventaram (já há um bom tempo, como eu mesma pude ser zuada pela minha irmã) um pequeno aparato e um simples procedimento para proporcionar as dobrinhas sem o processo cirúrgico que vinha sendo a única opção até então. Com um pouco de cola e com o eye talk (nome do dito cujo aparelhinho), tcharam, olhos novos... apesar de que... o processo para colar a pálpebra não me pareceu nada legal... >< (acho que ainda quero ficar sem as dobrinhas)


sexta-feira, 18 de julho de 2008

Nossa.... depois de muito, muito tempo, voltei... agora tenho um descansinho... bem pequeno, mas ainda assim um descansinho... retomar o ritmo das postagens.. rs...

quarta-feira, 2 de julho de 2008

Bebê Japonês

Eu não costumo postar nada que não seja voltado a curiosidades, ou entretenimento...

... mas hoje pela manhã eu vi uma notícia que me deixou... hmmm... no mínimo estarrecido.

A governadora do Rio Grande do Sul, Yeda Crusius fez um discurso sobre a crise política que assolou seu governo envolvendo a CPI do DETRAN:

"Me caiu no colo um nenê japonês e, na minha volta, não havia nenhum japonês que valesse a pena. Então, não é meu, não é nosso esse filho que me caiu no colo. Mas quando um bebê é jogado no meu colo, não jogo no rio. Vamos achar o pai e a mãe. Esse bebê vai voltar para seu local de origem. Essas coisas requerem que a gente avalie o tamanho do inimigo."

Ainda lendo a continuação das notícias sobre a dna. Yeda, os deputados participantes da CPI, Fabiano Pereira, disse que pediria desculpas pela "expressão racista" de Crusius, e Stela Farias declarou:

"É lamentável e inaceitável a manifestação da governadora Yeda Crusius associando, jocosamente, o escândalo de corrupção no Detran a um "bebê japonês". A observação da chefe do Executivo é preconceituosa pois desrespeita o honrado povo japonês de centenária tradição de cordialidade e cooperação com o povo gaúcho.

O escândalo do Detran revela a mais assustadora faceta da governadora que coordena reiteradas ações de obstrução à CPI; ataques deliberados a instituições ilibadas como o Ministério Público Federal e a Polícia Federal; ameaça de processo a parlamentares; e, agora, o preconceito. Primeiro contra a comunidade de Santa Maria e, agora, com o povo japonês.

Em nada se atenua a circunstância em que foram feitos esses comentários. É inadmissível sob qualquer hipótese associar, por discriminação, a etnia japonesa aos personagens dessa fraude.

A manifestação de Yeda Crusius de ontem é a síntese da postura de seu governo perante o escândalo do Detran, opinião pública e sociedade gaúcha: de desrespeito, escárnio e deboche."


Lamentável é pouco. Fico decepcionado com a política brasileira.

Japão cria DVD de 42 GB que não pode ser lido em lugar nenhum

"Cientistas da Universidade de Tohoku, no Japão, desenvolveram um DVD capaz de armazenar até 42 GB de dados.

Para que a capacidade, equivalente a nove mídias DVD de baixa capacidade (4,5 GB), fosse atingida, os desenvolvedores modificaram o formato dos sulcos existentes no DVD, que foram moldados em V, conforme noticiou o site CrunchGear.

A tecnologia abre novas possibilidades para o armazenamento óptico. Entretanto, há um grande problema para a tecnologia, ironizou o site Gizmodo ela não é compatível com nada. Além disso, tecnologias mais modernas como o Blu-Ray, que pode chegar a até 50 GB por disco, já estão em produção e ao alcance do consumidor.

Os DVDs super-potentes não podem ser lidos pelos atuais tocadores de CD/DVD e a tecnologia não pode ser aplicada à atual encarnação do Blu-ray. Por isso, é possível que os criadores não recebam qualquer incentivo da indústria e, portanto, sua descoberta não passe das fronteiras da pesquisa acadêmica por muitos anos.

Apesar do aparente contra-senso, o sulco em V pode vir a ser importante. O interesse da tecnologia não é tanto a capacidade da mídia, mas o fato de que pode ser "engavetada" para uso futuro - uso esse que, nem sempre, corresponde ao idealizado por seus criadores. Há exemplos disso em toda a história da ciência, como por exemplo na matemática a famosa Teoria dos Nós, criada no início do século XX e que hoje é usada para pesquisas com DNA. Outro exemplo é o raio Laser, pensado inicialmente como armamento e hoje usado para diversos outros fins - inclusive ler DVDs. Portanto, uma próxima versão do Blu-Ray, ou seu substituto, poderia empregar a tecnologia dos sulcos em V."


Fonte: Yahoo! Brasil Notícias