sexta-feira, 18 de abril de 2008

Eu, robô



"No mesmo caminho de vários laboratórios americanos que estão usando macacos e seus cérebros para controlar dispositivos remotos, os japoneses estão radicalizando: pesquisadores da Universidade de Osaka estão alistando voluntários humanos para participar de experimentos de controle [motor, remoto] usando eletrodos implantados diretamente no cérebro.



A idéia de Toshiki Yoshimine, líder do projeto, é muito simples: inserir eletrodos no sulco central do cérebro, facilitando a captura dos sinais cerebrais e melhorando a qualidade dos mesmos para refinar seu uso no controle remoto de braços robóticos.


Notas:
1} Os pesquisadores não vão furar seu cérebro só porque você é voluntário. Nem pense em se alistar para tal viagem ao centro do universo. Eles usarão cérebros que já seriam perfurados de qualquer maneira para outros fins, desde que os proprietários concordem;

2} O time de Yoshimine também estuda a correlação entre risadas [e gargalhadas] e a atividade cerebral. Quem entende o riso, como se sabe, ri melhor."

Fonte: DIA A DIA, BIT A BIT

Nenhum comentário: