quarta-feira, 19 de março de 2008

Provedores japoneses banirão usuários piratas

"Uma decisão conjunta entre os quatro principais grupos de provedores de internet do Japão passará o país à frente da França e Reino Unido e banirá os usuários que utilizem redes de transferência para envio e recebimento de arquivos piratas.

Segundo o TechCrunch, a decisão foi tomada sem intervenção do governo japonês, mas baseada na pressão das indústrias cinematográfica e fonográfica.

Esta não será a primeira vez que uma destas propostas entrará em prática: em 2006 um dos provedores japoneses decidiu rastrear as atividades online de seus usuários e bloquear a conexão daqueles que usassem softwares de troca de arquivos. O governo interviu e afirmou
que o monitoramento feria a privacidade dos usuários.

O site TorrentFreak cita o jornal japonês Yomiuri Shimbun, que publicou um artigo informando que para monitorar as atividades os provedores utilizarão um software especial de detecção, que encontrará os infratores e, na primeira vez, emitirá um alerta.

Caso o usuário opte por continuar as transferências ilegais, sua conexão será derrubada e, se isto não adiantar, pode ter sua conta cancelada. Os grupos envolvidos no novo projeto contabilizam cerca de mil provedores, uma grande porção do mercado japonês.

O funcionamento do sistema será decidido em uma conferência prevista para abril, e deve causar revolta entre os defensores de privacidade do mundo inteiro. Além do Japão, França e Reino Unido, a Austrália também analisa uma proposta semelhante."

Fonte: Geek


Nenhum comentário: