quinta-feira, 7 de fevereiro de 2008

HARAJUKU FILES: Gothic & Lolita


Há algum tempo atrás, falei sobre Shinjuku, distrito dos performers... Agora vou falar sobre Harajuku (原宿), que também já foi terra dos performers, mas é muito mais conhecida pela moda japonesa, que é o tema da HARAJUKU FILES, heheheh


Harajuku, na verdade não é bairro, nem distrito e nem cidade... é chamada assim por causa da Estação Harajuku de trem, na Linha Yamanote no município de Shibuya. É muito conhecida pelas suas lojas de roupas, incluindo grifes famosas Louis Vuitton, Prada e Chanel. Inclusive, nos finais de semana, os jovens se reúnem em Harajuku exibindo vários estilos: Gothic, Lolita, Ganguro, Kogal, Gyaru, Visual Kei e Wamono.


Gothic & Lolita Style (Hashizando tudo até a última ponta)


Sobre esses estilos, não tem muito segredo... são até bem conhecidos pelo público (principalmente os mais assíduos pela cultura japonesa [cultura do hashi {é claro! hehehe}]), mas vou fazer um breve resumo.


A cultura gótica teve vários significados durante a história, inclusive tendo vários estereótipos que são impostos pela mídia. Existe toda uma cultura por trás, mas não estou aqui pra discutir isso. Quem quiser saber mais profundamente, visite o Wikipedia - Gótico. O que rola lá na terrinha, é a estética sombria do vestuário gótico que provém do death rock, punk, andrógino e estilo vitoriano.



Para entender um pouco do estilo Lolita, precisamos voltar um pouco no tempo, em 1955, quando o livro "Lolita" por Vladmir Nabokov, que deu origem ao termo. Acesse Wikipedia - Lolita. A cultura Loli, lá na terrinha, no que se refere à moda, utiliza-se da moda vitoriana e rococó, misturando com elementos de inocência e infância, evitando uma imagem sexualizada (exceto algumas vertentes) e sim elegante.

E por último o estilo Gothic-lolita, claro, mistura dos dois.

Nenhum comentário: