sábado, 22 de dezembro de 2007

Opa! Antes do natal, hein!

O Cultura do Hashi finalmente entra em atividade! Os primeiros passos finalmente são dados e estamos apenas começando.

Bom, nosso primeiro chute vem esclarecer o "hashi" do título. Imagino que a maioria conheça os famosos pauzinhos usados como talheres em países orientais e é exatamente neles que o título (e obviamente o logo do blog) se baseia. Quem não conhece passou a conhecer agora.
O que é melhor dos que esses dois pauzinhos para representar o espírito do blog? Não... não comilança, mas o inusitado. Então bem vindo... esse aqui é o Cultura do Hashi. Prazer em conhecer.

Só para tomar por nota, muitas pessoas têm dificuldade em segurar mais do que um sushi com os pauzinhos então para os que não conseguem manusear um par de hashis nem fudendo (o que não é caso da nossa equipe hashizeira)já foram desenvolvidos grampos plásticos próprios para ajudar quem não consegue segurar um hashi direito. Eles parecem ser bem práticos e permitem os mesmos movimentos que um hashizeiro habilidoso faria.



Uma mera evolução mais cara e psicodelicamente colorida para a técnica ninja do papel enrolado com o "elastrômetro" utilizada para ensinar as crianças em restaurantes japoneses.
Bom, dizem que podem ser encontrados no restaurante Kotobiya em Moema, São Paulo (avenida Cotovia, 287, tel. (11) 5536-9279), mas ainda prefiro o papel com elástico (mais barato e com melhores recordações).

Nenhum comentário: